• Jacqueline Miranda

Como foi minha experiência de ir para a Europa por 10 dias com uma mala de mão no outono europeu.


Se eu dissesse para você que fui para a Europa com uma mala de mão em pleno outono porque sou minimalista, eu estaria mentindo para você. Eu sou uma pessoa que sinto muito frio que casacos para inverno Europeu são bem pesados. Mas a necessidade nos faz ser criativos e nos adaptarmos as adversidades.

Como eu sou uma pessoa bem criativa e adoro um desafio, o meu foi ir para a Europa, encarar o frio Holandês (que é mais forte que o Português), com poucas roupas e uma mala de bordo e uma mochila.

Passei perrengue? Nenhum, eu sou minimalista e se tem uma coisa que minimalista sabe fazer é uma mala inteligente. Para ter uma mala inteligente, você precisa pensar em detalhes como tipo de roupa, facilidade de lavar roupa (seja em casa ou em uma lavanderia próxima), o tipo de viagem você irá fazer (trabalho, lazer, ver a família) e quantos dias que você irá ficar.

Eu fiquei dez dias em Portugal, quatro dias na Holanda. Em Portugal, fiquei em duas casas diferentes pelo Airbnb, na primeira casa, não havia máquina de lavar, mas tinha uma lavanderia na rua. As roupas pequenas e leves devam para ser lavadas normalmente na casa e as pesadas na lavanderia. Já na segunda casa, tinha máquina de lavar com centrífuga, ou seja, as roupas davam para serem usadas no dia seguinte (perfeito!).

Não gastei muito tempo lavando roupa não, na primeira casa, eu deixava minha roupa suja em um cesto e escolhi um dia (já perto de mudar de casa) para lavar tudo, deve ter durado cerca de 1 hora lavando, fiz isso durante a noite. Então, cada roupa foi usada cerca de duas ou três vezes nos dias de viagem. Acreditem, teve roupa que não usei e também precisei comprar roupa (um casaco e uma calça para dormir).

ITENS DA MOCHILA

  • Remédios (Remédio para enjoo* e dor de cabeça)

  • Material para leitura.

  • Uma muda de roupa adequada ao clima na cidade de destino

  • Itens de higiene pessoal

  • Bloco e caneta para escrever

  • chicletes

  • Batom e manteiga de cacau

  • maquiagem

  • Desodorante

  • Hidratante

  • óculos escuro

  • almofada

  • perfume

  • Escova de dente;

  • Creme dental;

  • Escova de cabelo

  • Muda de roupa

  • Almofada de pescoço

  • Casaco

  • pasta com documentos (passaporte, impressão de hospedagem, seguro viagem, apresentação de evento e comprovante de vacina contra febre amarela).

  • Kit de shampoo, condicionador, creme de corpo e cabelo 100ml

ITENS DA MALA DE MÃO

  • 1 Casaco

  • 4 Meias

  • meia calça grossa

  • 2 calças jeans

  • 2 calças segunda pele

  • 2 busas segunda pela

  • 1 calça legging preta para noite

  • bijuterias

  • 2 luvas

  • 2 cachecols

  • 1 pijamas

  • 2 suéteres

  • 2 blusas de manga longa

  • 2 blusas de alça

  • 2 pares de roupa íntima térmica (para lugares com temperaturas abaixo dos -5Cº);

  • Toalha de rosto

  • 5 conjuntos de lingerie

  • 3 toucas

  • 1 sapato social

  • 2 bolsas: 1 para o dia e 1 para noite

  • 1 cinto

  • 1 chinelo

  • Tênis

  • 2 meias-calças de lã ou fio 80;

  • 7 Blusas

  • 1 macacão (não usei)

  • 1 roupa social para o evento

Prós e contras

Prós:

Sem dúvida a mala pequena me deu uma mobilidade maravilhosa, como fiquei em 2 lugares diferentes em Portugal e dois lugares diferentes na Holanda, ter uma mala pequena me possibilitou uma mobilidade incrível. Eu usei o trem, ônibus e o metrô facilmente, sem muitos transtornos.

Quando fui para a Holanda, eu tive que despachar a mala por solicitação da companhia aérea, mas não paguei nenhuma taxa devido ao peso da mala (menor que 10k).

Economia de tempo, não precisar esperar a mala chegar aos destinos, sem dúvida foi um transtorno a menos para quem não sabe falar a língua local. Achei que na França eles não possuem muita paciência com quem não fala francês. Eu não falo e senti muita dificuldade para pedir qualquer solicitação, já que nem todo mundo fala inglês no aeroporto de lá.

Não correr o risco de perder a mala foi um dos meus maiores medos, imagina ter a mala extraviada? Deus me free. Eu estava bem pertinho da minha, mas nem tudo são flores né amores?

Vamos aos contras.

Ok, aqui somos minimalistas, não compramos por impulso e evitamos ao máximo gastos desnecessários. Super concordo e assino em baixo! Porém, para viajar, fiz bastantes concessões, uma delas foi não comprar roupas e tudo o que eu precisava comprar, eu deixei para comprar na Europa, pois além de poder comprar coisas de qualidade melhores e mais baratas, sei que a durabilidade destas roupas é melhor. O problema é que sem muito espaço, não pude comprar tudo o que eu precisava.

Outra coisa que você deve pensar é no tamanho dos seus itens de higiene pessoal, 100 ml para creme corporal ok, mas coisas como creme de cabelo e desodorante correm o risco de ficar de fora. Eu acabei esquecendo de levar desodorante e tive que comprar em Portugal, comprei um de 200ml, super barato mas não pude levar. Comprei um pote de creme também, porque 100ml de creme para o meu cabelo cacheado e cheio não dá nem para 1 dia.

No final tudo deu certo e eu consegui sobreviver com a mala pequena, mas não sei se isso seria viável por mais de 10 dias, acho que vou ter que testar rs

#viagem #europa #portugues #portugal #holanda #malainteligente #malademao #europacommalademao #invernoeuropeu

43 visualizações

© 2023 por Cozinha Minimalista . Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now