• Jacqueline Miranda

Minha Viagem gastronômica pela Bahia – Cozinha Minimalista


O minimalismo me trouxe muitas coisas e sem dúvida, poder viajar é uma delas. Com a redução do uso de cartões de crédito ( agora eu só tenho 1) e término de gastos desnecessários, agora eu posso me dar ao luxo de poupar o meu dinheiro e fazer o que eu realmente gosto: Viajar.


Nestas férias eu decidi que iria realizar um sonho de quando eu era adolescente. Sempre quis ir para a Bahia curtir o carnaval, conhecer a sua cultura e sua culinária ( que não poderia faltar). Em meio de batuques e glitter, pude tirar um tempo para experimentar a culinária tão Brasileira e inconfundível que só a Bahia tem.

Minha viagem foi econômica na medida do possível, fiquei em um apartamento super aconchegante alugado pelo arbnb (link), paguei a passagem em promoção pela Latam, e a comida tradicional tinha um preço bem justo, na minha opinião, o restante dos alimentos eu comprei em um supermercado local.

Minha primeira parada foi na praça da Sé para experimentar o acarajé da Dinha, super recomendado por Ivete Sangalo. Fica ao ar livre no Largo de Santana, s/n | Rio Vermelho, Salvador. Eu que me hospedei pertinho do Rio Vermelho, não poderia deixar de experimentar, né? Eu achei o preço super justo e o sabor maravilhoso. Custou R$ 10,00. Depois experimentei um abará (iguaria feita com a massa do acarajé cozido), essa iguaria custa de 1 a 10 reais, depende muito do lugar aonde você compra, eu comprei na rua mesmo, na volta para casa durante a noite.

No terceiro dia fui visitar o elevador Lacerda e nada melhor do que experimentar um bobó de camarão no Restaurante Maria de São Pedro, que fica no segundo piso do mercado modelo, lá é servido comidas Brasileiras e os funcionários usam roupas típicas. A comida é realmente comida incrível e tudo isso com vista para o mar da Bahia de todos os Santos, Foi um prato para duas pessoas mas certamente comeriam oito e ainda sobraria (risos).

Finalizei a noite indo para a sorveteria Ribeira, juro que nunca tinha provado um sorvete tão gostoso. Essa sorveteria é famosa na Bahia e minha amiga viu em um dos DVDs da Ivete Sangalo.Tudo o que posso dizer é: Ivete sabe comer!(risos).

Por fim, conheci O Cravinho que fica localizado no Pelourinho (recomendação de um amigo), confesso que se ele não recomenda, eu iria passar batido, pois, é um lugar pequeno e não chama muito a atenção. Só que lá vende cachaça artesanal (provei a Cravinhos e Senzala), super diferente, a cravinhos é a especialidade da casa e a Senzala eu achei bem puxada para o vinho. Já a comida, nem se fala. É muito boa, eu fui mesmo foi atrás da comida (que meu amigo disse que eu iria amar), amei! Comi uma moela muito gostosa, acompanhada com farofa e molho vinagrete. O prato custou cerca de R$ 40 reais e serve 2 pessoas . Parada Obrigatória - Super recomendo.

Algumas curiosidades:

  • Água de coco é super barata e em alguns lugares custa 1,50 gelada.

  • Não chame pão francês de pão francês (você corre o risco na não ser compreendida), lá eles chamam de pão de sal.

  • Suco de frutas não é necessariamente suco de alguma fruta específica e sim Mix de frutas.

  • Cuidado com o molho vinagrete, alguns (quase todos) vem carregado de pimenta e se você não for acostumado, pode ficar em apuros.

  • Aproveite a cidade, que é linda e o carnaval é super divertido.


46 visualizações

© 2023 por Cozinha Minimalista . Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now